BEM VINDOS ÀS ILHAS ENCANTADAS ****** BEM VINDOS ÀS ILHAS ENCANTADAS ****** BEM VINDOS ÀS ILHAS ENCANTADAS ******

quarta-feira, setembro 13, 2006

VOLTEI...OU TALVEZ NÃO!


Voltei... da minha "ILHA ENCANTADA.

Voltei...mas trouxe comigo a esperança que me transmitiu todo aquele verde dos campos ferteis de vida que teima em romper sobre todo aquele basalto negro, atapetendo-o numa caricia constante.

Voltei...mas trouxe comigo a força das vinhas que brotam da terra e cobrem os pequenos muros erguidos "apenas" com pedra sobre pedra, embelezando-os, protegendo-os, abraçando-os.

Voltei...mas trouxe comigo as asas ainda mais azuis, de tanto que mergulhei naquele mar infinitamente azul - o azul mais azul que alguma vez algum azul já foi.

Voltei e trouxe comigo a calma daquelas paragens onde o tempo passa sem passar, onde tudo acontece sem acontecer e onde se vive em paz como se deve viver.

Voltei...mas trouxe comigo o perfume inconfundivel das múltiplas flores que nascem sem serem semeadas, que dão ainda mais cor aos campos e que nos deslumbram pela sua beleza simples e tão natural.

Voltei...mas trouxe comigo a liberdade daquele Oceano que nos rodeia sem nos prender, que me acordava com o seu murmurar e que me embalava ao adormecer num som inconfundivel que me transportava mais além.

Voltei...mas trouxe comigo a simplicidade das suas gentes que partilham tudo o que têm, naturalmente, com um sorriso aberto, próprio de quem tem o coração a transbordar de amor e amizade pelo próximo e que sempre me acolhem de braços abertos.

Voltei...mas trouxe comigo o exemplo do trabalho árduo, quer na terra, quer no mar, numa labuta diária para verem o fruto do seu trabalho transformado na alegria da partilha com os familiares e amigos.

Voltei...mas trouxe comigo o respeito pela montanha que nos olha sobranceira, nos acolhe com imcomparável beleza quando por ela subimos e nos desvenda os seus segredos mais bem escondidos escondidos. Vale a pena descobri-los!

Voltei...mas trouxe comigo a saudade imensa dos AMIGOS que lá deixei, dos mais velhos aos mais novos, dos mais antigos aos mais recentes e da imensa AMIZADE que nos une, tão dificil de descrever, mas tão fácil e salutar de sentir.

Voltei...mas trouxe comigo o SONHO ,

que me há-de fazer lá voltar.

"O sonho comanda a vida",

não será isso ficar???

Voltei...ou talvez não...

Um dia vou-lhes contar.


29 Comments:

Blogger Paula Raposo said...

Voltaste num belo texto, voltaste numa lindíssima fotografia. Beijinhos para ti.

9:47 da manhã  
Blogger augustoM said...

Voltaste e trouxeste contigo tantas coisas, coisas maravilhosas que encontraste, de como a vida pode ser maravilhosa, tudo é uma questão de escolher as coisas.
Estão abertas as inscrições para o próximo jantar, que também é uma coisa.
Um beijo. Augusto

1:59 da tarde  
Blogger Dad said...

É sempre bom voltar com as "asas" fortalecidas, pois como diz a música, todos somos anjos!

Um grande beijinho amigo,

6:36 da tarde  
Blogger Nilson Barcelli said...

Resumindo, voltaste muito mais rica.
Então prepara lá isso e conta-nos tudo...
Beijos e bfs.

3:39 da tarde  
Blogger Lua dos Açores said...

O mundo da blogosfera acaba por ser pequeno...as vostas que dei para vir cá ter, ao cantinho de mais uma afilhada do Fernando e amiga do José Gomes e uma "Ilhoa" como eu.
Como eu sei, agora mais que nunca, os voltares, os regressares que me fazem, neste momento, não saber onde tenho os pés.

Nasci para as ilhas no Largo do Infante a olhar o Pico. Apaixonei-me...até hoje. Cada ilha que conheço ficou-me gravada na vida, para sempre.

Gosto muito deste teu texto


Abraços cagarros
Ana

11:16 da tarde  
Blogger Nuno Miguel Silva said...

Linda Página Sr. Passarinho Azul!
Muito bela e sentida!
Os Açores é algo de extraordinário e esquecido! Infelizmente!

6:27 da tarde  
Blogger Marta said...

Que bom. Que bem escrito, e que bem transmitido esse lindo sentimento.
Eu estou ansiosa para ver imagens e ouvir todas essas lindas histórias.
Beijinhos muito grandes.
Os afilhados

12:27 da tarde  
Blogger Silêncios said...

Qd se volta com a beleza no coração, fica-se eternamente...
Gostei do blog

10:19 da tarde  
Blogger Noel Santa Rosa said...

Voltaste e ainda bem que o fizeste, porque contigo trouxeste, asas de azul sem fim, desse azul tão azul como o mar que envolve as ilhas onde foste aportar e ao regressar escreveste, azul como o mar azul, um texto pintado de sonhos, decorado de espumas, envolto em brumas atlantes.
Voltaste e na bagagem carregaste imagens feitas memórias, de gentes com outras histórias para estas gentes contar.
Ainda bem que voltaste!

Beijos Noel

2:31 da manhã  
Blogger augustoM said...

Ainda não vi a tua inscrição, é conveniente fazê-la esta semana.
Um beijo. Augusto

1:49 da tarde  
Blogger dragão yuri said...

Gostava de ter o dom de, em poucas palavras , poder comentar este texto, mas como temos a promessa da autora de que um dia nos vai contar,aguardemos.
De qualuer modo, fica-se com a sensação de que, esses estados de alma tão bem narrados, têm menos a ver com a sua ILHA ENCANTADA, e muito mais a ver com a sua "ilha" desencantada.
Quando " voltar" e nos contar, poderemos todos partilhar de uma boa reflexão.

PS: Adoro os Açores e nomeadamente o Pico, pelo que subscrevo tudo o que nos transmite.
Beijinhos, voos certos e seguros.

7:28 da tarde  
Blogger Carmem L Vilanova said...

Linda volta.. cheia de emoçao e beleza, e sonho e saudade!
Lindo!
Benvinda... sempre!
Beijos!

8:32 da tarde  
Blogger perplexo said...

Olha aqui!
http://anjonovalis.blogspot.com/2006/09/que-o-amor.html

7:14 da tarde  
Blogger CVJ said...

Oh! que saudade! O que eu procurei! Já há tempos passei por aqui e até "roubei" a ideia "ser solidário" com a foto.
Sem saber como, perdi contacto e não mais encontrei este cantinho. Obrigado por me fazer voltar e reencontrar alguma inspiração.
Agora já não perco. Já linkei.
Paz!
Leonel

11:22 da tarde  
Blogger sem-comentarios said...

Voltáste e ainda bem :)
Cá te esperávamos :)

espero que um dia nos contes :)

Gostei mt da tua ilha :)

bjs*

12:13 da manhã  
Blogger Paulo Sempre said...

Azul...******************

2:55 da tarde  
Blogger Paula Raposo said...

Fátima: espero poder contar com a tua presença no dia 14 Outubro, ao final da tarde. Beijos para ti.

11:12 da manhã  
Blogger Alvaro Gonçalves said...

Oi meu anjo,

Adorei este teu post, as emoções nele contidas, no amor que te vem do coração.
Obrigado pela partilha.
Obrigado também pela tua visita e maravilhosas palavras de carinho deixadas em meu cantinho.
Aproveito para te desejar um lindo Domingo e uma semana cheia de paz em teu doce coração.
Bjokas mil e xi - corações.

7:19 da tarde  
Blogger Afrodite said...

e em boa hora voltaste!
E, agora, já que voltaste .... seria impróprio pedir-te uma ODE ao CU da Afrodite(salvo seja)?


§(~_~)§ beijo da Afrodite
(uma carinha d'anjo num corpo espectacular, com tudo no sítio, muito dentro do prazo, sem aditivos nem silicones)

5:04 da tarde  
Anonymous filho said...

só quem conhece a ilha sabe como custa deixá-la.
um abraço.

4:44 da tarde  
Blogger Paulo Sempre said...

Assim vale a pena voltar....

6:36 da tarde  
Blogger Alvaro Gonçalves said...

Oi amiga,

Hoje venho apenas desejar-te um feliz fim de semana e uma semana cheia de luz em teu coração.
Bjokas mil e xi - corações.

5:15 da tarde  
Anonymous kalinka said...

...nunca percebi porke so agora nos ultimos tempos é q se lembrou de partilhar com a malta essa sua veia artista. beijinho muito muito grande. A mãe fala muito de si, tem saudades...
veja se aparece, nao é por falta d convites. parabens plo poema ta LIIIINDO.

7:59 da tarde  
Blogger Lua dos Açores said...

Obrigada pela tua visita, Gostei muito
Beijo cagarro

10:24 da tarde  
Blogger Alma de Poeta said...

É na partida que mais valorizamos o nosso próprio sentir ilhéu. A tua escrita fez-me lembrar um picaroto que usa as palavras como ninguém. Aliás a ilha do Pico, ilha do meu avô, tem esse condão de inspirar poesia com a mesma intensidade que a vinha bruta em cachos, saidos das pedras negras.
Gosto de ler e ouvir Sidónio Bettencourt. Fiz questão de adquirir no Continente o livro dele, já que nos Açores é muito dificil encontrar.
A ti, deixo um beijo com carinho, e digo-te que esta musica de fundo transmite muita paz

3:09 da tarde  
Anonymous henrique doria said...

O paraíso é aí?

11:12 da tarde  
Blogger amita I said...

Voltaste. Tu mais cedo, eu mais tarde. E que bom é ler-te assim, em beleza, renovada, e a suavidade do sonho despontada em tuas asas.
Um bjinho e um luminoso dia

12:42 da tarde  
Blogger ...TaLvEz... said...

Um suspiro de alegria liberto ao ler tamanha magia no regresso...tb eu espero ser capaz de levar de volta asas mais azuis...do q aquelas que trouxe...para mim é dificil a distancia q existe qd se esta longe do mundo q conheçemos e é tao nosso...Espero tb eu reencontrar um pouquinhu de azul aqui...para poder regressar com olhos radiantes e saudades...do ano, em q tudo é novo e diferente!!!!

3:28 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Amei o seu blog,o seu azul que é também o azul que trago no coração. Um beijinho de uma açoreana sedenta de azul e mar,

11:36 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home