BEM VINDOS ÀS ILHAS ENCANTADAS ****** BEM VINDOS ÀS ILHAS ENCANTADAS ****** BEM VINDOS ÀS ILHAS ENCANTADAS ******

terça-feira, março 28, 2006

AMIGOS - A POESIA DA VIDA





A poesia da vida, surpreende-nos a cada instante.
Ela vem de mãos dadas com os nossos amigos, enche os nossos dias de cores, de novos sons e de sorrisos inexplicáveis.
Mesmo quando o caminhar parece ser dificil, são eles que nos seguram a mão e nos mostram um outro caminho,uma outra margem do rio.
Amigos são anjos que nunca nos deixam sós mesmo quando não estão presentes pois sentimos que um pouco dos seus corações estão connosco apesar das distâncias.
Tocam a nossa alma com subtileza e deixam um sorriso de felicidade, inconsciente, nos nossos lábios.
Amigos são jóias raras que não devemos esconder, mas manter junto do nosso coração, que fará brilhar o nosso olhar e mostrar ao Mundo que não há maior riqueza senão a que e vive na harmonia e na paz de uma verdadeira amizade.
No jardim da minha alma brotam novas flores de pétalas macias e coloridas.
É Primavera! Ouvem-se novos sons!
A poesia da vida, surpreendeu-me de novo!

19 Comments:

Blogger zecadanau said...

Muito bonito. Que vivam a vida e os amigos.

Um @bração para o passarinho azul
Zeca da Nau

1:20 da manhã  
Blogger A Sonhadora said...

A amizade abraça todos os aspectos da vida...
Um grande zunzum....bzzzzz da abelhinha

1:24 da manhã  
Blogger saisminerais said...

Mas que belos momentos nos proporcionas, amiga Fatiama.
Uma armonia entre poesia e musica, vou ficar aqui um pouco a ouvir se não te importas...
Beijinho do Alexandre

2:14 da manhã  
Blogger Paula Raposo said...

Um texto que respira sensibilidade. Beijos.

7:59 da manhã  
Blogger travessias said...

Amigos são joias raras.
Um abraço e boa semana.

8:25 da manhã  
Anonymous José Gomes said...

Fátima,
Vou usar este texto poético para a Noite de Poesia em Vermoim e lê-lo em teu nome?
Posso?
Vou incerir na Poesia na Net.
Diz-me alguma coisa.

10:08 da manhã  
Blogger Factor-risco said...

Pássaro-azul,

sinto-me previlegiado por ser convidado a participar neste blog de poesia e de outras coisas maravilhosas.
Espero poder contribuir com as minhas próprias dissertações quando a agenda mo permitir, porque isto das poesias, prosas e outros enebriantes da alma, deve ser manuseado com cuidado, é energia volátil, a última vez que me atrevi a pisar estes terrenos, vivi um amor impossível, daqueles nos impelem a escrever cartas de amor... rídiculas, claro!... como todas as cartas de amor...
Portanto, amiga, eu tenho que por um freio na pena quando a deixo ser usada pelo fluxo alucinante que jorra da minha intimidade sob a forma de prosa. As vezes, nem eu avalio o galope poderoso do corcel-sempre-potro-e-quasi-garanhão que por entre as linhas de verde pasto de prosa se escapa!
Caramba! E depois é isto: este vício de escrever sem parar, de perder o controlo de refrear a velocidade com se impressa em palavras a emoção pura, mal destilada que em mim se esconde! Que tomos temos, mas que transpira mais facilmente em que tem a pele da alma mais fina.
Somebody stop me!!!...

4:04 da tarde  
Blogger Factor-risco said...

harmonia
inserir

4:13 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

querida AMIGA , estou sem palavras e sabe porquê ; o meu muito obrigada pela joia que é para mim.
um grande beijinho para si M Teresa

8:23 da tarde  
Blogger dragão yuri said...

Com sentimentos como os expressos neste texto é que se alimenta a Primavera, seja ela um espaço temporal, seja ela um estado de alma.
Para quê mais palavras ! Resta-me agradecer-lhe mais esta possibilidade de reflexão e esperar que , na minha primavera, possa ter flores com este perfume.
dpb

9:05 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Querida Fatinha,

É um dom saber transmitir tão bem o que vai na Alma.

O que escreves deixa-nos suspensos, pensativos, e voamos voamos. nos sonhos, nos Amigos, nas palavras, que nos deixaste.

Uu obrigada, sincero
beijos
mf

11:41 da tarde  
Blogger Luz Dourada said...

Lindo texto!
Os amigos, a primavera, as palavras, a música...uma composição harmoniosa!
Beijinhos

5:16 da tarde  
Blogger A Rapariga said...

E cá estou, mas cada vez mais decepcionada com certo tipo de amigos...descrente mas não vencida.

Beijinhos mil

9:46 da tarde  
Blogger GNM said...

A poesia da vida é a mais doce
e amarga poesia das nossas vidas...

Deixo-te um sorriso de excelente
fim de semana

5:06 da tarde  
Anonymous f said...

A de uma açoreana de gema para uma açoreana de alma:
-Um ciclone de amor!
- Um vulcão em erupção permanente de "paz e bem"!
(Tenho lindas fotos das ilhas encantadas e boas musicas açoreanas de um grupo de S. Jorge, queres?)
Bem hajas, amiga!
Aquele abraço tb.azul.

6:56 da tarde  
Anonymous a sua vizinha said...

É verdade vizinha, estamos na Primavera! É tão bonito ver as florinhas e as árvores em flor! Venha até cá para conversarmos...

10:56 da tarde  
Blogger Isa&Luis said...

Olá, gostei de parar nas ilhas encantadas, uma calmaria uma sensação de bem estar.

"Amigos são como pérolas que vamos acrescentando no nosso colar da vida"

jinhos

Isa

8:38 da tarde  
Blogger augustoM said...

"Amigos são joias raras..." é bem verdade o que dizes. Uma Páscoa Feliz. Um beijo. Augusto

12:56 da tarde  
Anonymous Plácido Oliveira said...

De um “olhar” diferente para outro , aqui vos deixo o meu espaço , um mundo feito para perpetuar as memórias de um “vagabundo” para quem o mundo é a sua família.
http://www.placidooliveira.blogspot.com/
Cumprimentos
Plácido De Oliveira

12:09 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home