BEM VINDOS ÀS ILHAS ENCANTADAS ****** BEM VINDOS ÀS ILHAS ENCANTADAS ****** BEM VINDOS ÀS ILHAS ENCANTADAS ******

segunda-feira, junho 12, 2006

A ESCADA ROLANTE DA VIDA






“Viver é como subir uma escada rolante pelo lado que desce”.

Eis uma frase, que tão fielmente retrata a sensação que tantas vezes sentimos, quando se nos deparam períodos difíceis na nossa vida.
Tudo parece desmoronar-se, tudo deixa de fazer sentido, a descida é vertiginosa e voltar a subir transforma-se num exercício extremamente doloroso já que, inexoravelmente somos puxados para baixo, com todo o perigo que daí advém.

E isso acontece, numa altura em que cada minuto nos convoca a que nos entreguemos e acomodemos, abrindo a porta para tudo o que tão bem sabemos que nos torna cúmplices do negativo.

A “partida” de quatro Amigos, sensivelmente ao mesmo tempo, para as suas viagens finais…deixou-me nesse terrível exercício de subir pelo lado que desce.

A definição ou redefinição da realidade, é uma necessidade vital e um exercício preventivo. De novo me interroguei sobre a vida e de novo, as mesmas respostas, e as mesmas reacções, tão minhas conhecidas.

Por que estranhar então?

Voltei a envolver tudo o que me rodeava numa névoa de irrealidade, para não ver nem ouvir o que eu própria respondia no meu profundo silêncio. É que, apesar de tudo, os meus olhos viam a verdade, sem aquela sensação absurda de ser só uma cabeça a navegar num mar de gente incógnita que tinha pés e mãos e que parecia acreditar que existia. E existia mesmo! Essa constatação era também a constatação da minha própria existência.

Foi nessa momento que saltei de um lado para o outro da escada, e recomecei a subir, desta vez pelo sítio certo.

É superando barreiras, mesmo estas, tão difíceis de transpor, que afinal nos consciencializamos que temos sempre uma força adicional que nos torna capazes de “apesar de tudo”, prosseguirmos o nosso caminho, prontos para novos desafios.
Que cada um a seu modo, saiba sempre encontrar essa força, junto de Deus, da familia, e dos amigos que nos continuam a fazer acreditar que "o salto" com a escada em andamento, é sempre possivel embora dificil de dar.






18 Comments:

Blogger augustoM said...

Voltar à ecrita com um texto destes, não é para todos, embora a minha maneira de ver a vida me leve a encarar as coisas de forma diferente. Quando nascemos nosso polo mais forte é o positivo, que com o andar da vida, consciente ou inconscientemente vai perdendo o seu magnetismo e dando espaço ao negativo. Este negativo depende muito das nossas exigências perante a vida. A vida é constituida por duas partes, o que esperamos dela e o que ela é na realidade, é neste balanço que reside a equidade, nem tanto ao mar nem tanto à terra. O salto, como tu dizes, é a prova dessa equidade.
Um beijo. Augustp

9:42 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Querida Amiga,

Mais um texto fabulosoque nos faz meditar.

"Viver é como subir uma escada rolante pelo lado que desce"

ou andar numa roda gigante, onde ora subimos, ora descemos ou ainda com a cabeça para baixo.

Há cadências, há degraus, há desolação, há dor, há sofimento, mas também há LUZ, onde queremos e vamos viver e, dar a mão ao que vem atrás de nós, para que os espinhos não dilacerem tanto a sua Alma dolorosa.

A Vida, deve ser vivisa em PAZ, AMOR, COMPREENSÃO, numa palavra DEUS criou-nos, para sermos FELIZES.

E no céu estrelado, há novas estrelas que nos olham com muito
carinho.

Beijos amigos
mf

9:56 da tarde  
Blogger GNM said...

Sim, existem alturas que viver se assemelha demasiado a subir uma escada rolante que funciona em sintido contrário, e por mais que nos esforçamos, não conseguimos chegar ao topo...

12:04 da tarde  
Blogger dragão yuri said...

Querida amiga:
Todos, os que queremos, subimos - descendo,porque é na amargura da descida, que podemos e devemos aprender a subir. A força interior que nos tem mostrado nos escritos deste espaço,deixa prever que vai continuar a subir, os degraus que procura.
Os amigos que partiram, não podem ser substituídos,mas os que ainda ficaram dirão " presente" para a ajudarem no sentido de que os passos a subir, sejam mais e melhores, do que os inevitáveis, passos a descer.
FORÇA, VIVER É UMA ALEGRIA QUE NÃO DEVEMOS, NEM ADIAR, NEM DESPERDIÇAR.
Um abraço, a subir.....

12:32 da tarde  
Blogger amita I said...

Há alturas assim, em que parece que tudo se desmorona à nossa volta e que atraímos tudo o que não desejamos. E é justamente nessas ocasiões em que temos de reunir todas as nossas forças restantes para darmos o tal "salto" para o caminho certo. Eu sei que é muito difícil, mas também sei que a descida em queda livre no escuro não leva a lado nenhum. Reúne sempre as tuas forças por mais escondidas que estejam porque tu as tens e, em caso de dúvida, há um ombro e uma mão amiga prontos a agarrar-te.
Um bjinho e uma flor para ti

Como não consegui entrar nos comentários pelo branco-e-preto para te agradecer as tuas carinhosas palavras, este nick também é de outro espaço meu.
Um bjinho e que a semana te sorria

12:39 da manhã  
Blogger Dad said...

Uma boa meditação sobre a VIDA!

Que os espaços e todos os degraus lhe sejam propícios nesta escalada que é a vida, um bem que devemos agradecer e muitas vezes só damos valor quando estamos em risco de a perder.

Um beijinho de amizade e de companheirismo ombro a ombro, na necessidade da subida.

10:27 da manhã  
Blogger Paula Raposo said...

Um facto é que não existem impossíveis. Beijinhos.

5:04 da tarde  
Blogger Carmem L Vilanova said...

Hoje, 19 eh o 2o aniversario da nossa doce Carmencita e estas convidada para partilhar de nossa alegria...
Muitos beijos!

3:30 da manhã  
Blogger augustoM said...

Confirma-se a inscrição para o jantar de homenagem ao Fernando. Até sábado
abraço
Augusto

9:13 da tarde  
Blogger Nilson Barcelli said...

Não fizeste batota ao saltar para a escada que subia...?
Olha, a vida não é fácil para ninguém. É preciso mesmo muita força para resistir à erosão que as dificuldades da vida nos provocam.
Beijinhos.

9:09 da manhã  
Blogger Nilson Barcelli said...

Escreve mais coisas...
Não me digas que caiste pela escada abaixo...!

Beijinhos e boa semana.

9:22 da tarde  
Blogger Isa&Luis said...

Olá,

Encontro me na tua ilha encantada, percorri as alamedas verdes e amarelas, como a vida, encontros e desencontros.

Gostei do que encontrei!

Beijinhos

Isa

4:39 da tarde  
Blogger Leonor C.(nokinhas) said...

Diz-me onde foste buscar esta canção maravilhosa! Com ela até nos esqucemos que a escada da vida desce...

7:40 da tarde  
Blogger zecadanau said...

Só para deixar um @bração após o meu regresso de uma ausência mais ou menos breve.

Zeca da Nau

6:26 da tarde  
Blogger augustoM said...

Para quando um novo post? A minha sugestão de gritar ao vento resultou? Espero que ela outra qualquer tenha contribuido, para levantar o espírito.
Um beijo. Augusto

1:21 da tarde  
Blogger travessias said...

Ainda bem que voltaste. Um bom fim de semana para ti.

8:56 da manhã  
Blogger Paula Raposo said...

Estranho a tua ausência. Beijos.

10:18 da manhã  
Blogger Nilson Barcelli said...

21.Julho.2006
(o comentador não põe data...)

Aparentemente estás a desistir do blogue...

Beijinhos e bfs.

2:50 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home