BEM VINDOS ÀS ILHAS ENCANTADAS ****** BEM VINDOS ÀS ILHAS ENCANTADAS ****** BEM VINDOS ÀS ILHAS ENCANTADAS ******

sexta-feira, janeiro 30, 2009

LAGRIMAS DE DOR



São por ti querida AMIGA

As lágrimas que não consigo conter

E a dor que me fere a alma

Nas palavras que ficaram por dizer

Sem um adeus entre nós

Que iria ser amanhã...

Vejo quão ingrata é a vida

E quanto a esperança é vã

Resta-me olhar para o céu

Descobrir-te numa estrela

Imaginar-te a sorrir

E dizer-te como dantes

"Nós nunca estamos distantes

Quando a amizade se faz sentir"

O abraço que não trocámos

Antes da tua partida

Apenas ficou adiado

Sem nenhum dia marcado

Num tempo para além da vida.

5 Comments:

Blogger Luciano said...

Abraço adiado. Única certeza humana. Nós, todos nós, somos egoístas, mas precisamos deste egoísmo para sobreviver, ou para que permita que os que amamos permaneçam ao nosso lado, mas chega uma hora que os corpos já são pequenos demais, e as almas se ultrapassam deles, e vão esperar o dia em que nós já não caibamos nos nossos corpos, para então o tal abraço seja concretizado. Até então, o abraço fica adiado.

12:44 da manhã  
Blogger O Faroleiro said...

Não há muito tempo, disse ao meu pai que o amava. Esse simples gesto, constituiu para mim um dos momentos mais felizes da minha vida.
Ao ler o seu post, fez-me recordar esse momento e, sobretudo, que o tenho de repetir mas, desta vez, com a minha mãe...

3:50 da tarde  
Blogger Mário Relvas said...

Não devemos esconder as nossas emoções. Não devemos guardar para amanhã o que temos a dizer, a abraçar ou a respingar.
A vida é feita de encontros e desencontros.

Saudações e um sorriso de esperança

1:01 da tarde  
Blogger Paula Raposo said...

Quanta verdade nas tuas palavras. Tantos abraços adiados...muitos beijos.

8:18 da tarde  
Anonymous Odete (admiradora)2 said...

Maravilhoso e tão verdadeiro este poema.
Por isso temos tantas estrelas no céu.....

1:37 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home