BEM VINDOS ÀS ILHAS ENCANTADAS ****** BEM VINDOS ÀS ILHAS ENCANTADAS ****** BEM VINDOS ÀS ILHAS ENCANTADAS ******

quinta-feira, janeiro 15, 2009

COMPASSO DE ESPERA


Aqui nesta rocha coberta
De limos secos e conchas
Que vazias de vida ficaram…
Medito com quanta esperança
Quer em tormenta ou bonança
Cada um deles se agarrou
E com tal força acreditou
Que o esperar nunca cansa…

----------------------------------

Neste compasso de espera
A alma se dilacera
Luta e tenta entender…
Enquanto as estrelas brilham
E o céu continua anil
O mar é ainda mais verde
E no seu sabor se percebe
O sal que não queres dizer.

4 Comments:

Blogger Je Vois la Vie en Vert said...

Belo poema, querido Pássaro Azul !

Não espera muito porque "O esperar cansa mesmo"...

Beijinhos verdinhos

6:37 da tarde  
Blogger Luciano said...

A chuva vêm, os pássaros voam, as pessoas mudam, o mar se agita, mas o céu por mais que cinza continua sempre anil.

11:49 da tarde  
Blogger O Profeta said...

CONVITE

Porque as palavras são tantas, imensas, são ternura o afago, cruéis ou vil loucura. Quando ditas não voltam à boca.

Convido-te a partilhar “ALQUIMIA DAS PALAVRAS” no lançamento do livro com o mesmo nome da autoria de Armando Moreira, que terá lugar no dia 24 de Janeiro de 2009 pelas 21 horas e 30 minutos no Coliseu Micaelense.

O livro será aberto e do seu interior irão brotar canções, histórias e teatrices numa noite em que o feitiço estará presente e será servido por actores, cantores e poetas com a magia da Palavra…


Mágico beijo

6:04 da tarde  
Blogger O Faroleiro said...

Vim retribuir a tua visita e aproveitei para ler alguns dos teus registos os quais revelam claramente a tua sensibilidade.
Deixo-te uma palavra de incentivo para continuares.
Eu também passarei a visitar-te.
Fica bem

9:47 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home